O que fazer no carnaval 2018: conhecer Curitiba e fugir da festa

Chegou aquela época do ano em que você é obrigado a ter um plano: o que fazer no carnaval?

Curitiba tem opções de turismo para aqueles que não querem folia. Foto: Prefeitura de Curitiba

Para diminuir a pressão, você vai encontrar exatamente neste artigo dicas diversas para planejar o primeiro final de semana longo do ano da maneira que mais combina com você que não quer folia nem festa em Curitiba que é reconhecida como o reduto dos não-foliões de carnaval no Brasil, já que o Carnaval em Curitiba conta com algumas opções mais familiares e eventos com concentrações de folia mais restritas. 




1. Memorial Árabe

O pequeno notável memorial foi construído em homenagem a cultura do Oriente Médio. Em seu interior, um belo vitral fornece luz natural e num pedestal de mármore está a estátua do escritor Gibran Kalil Gibran. E não é a toa: o espaço funciona como biblioteca especializada e possui computadores com acesso à internet.

Memorial Árabe em Curitiba. Foto: Prefeitura de Curitiba

2. Monumento Ucraniano

Dentro do Parque Tingui, uma das principais atrações turísticas da cidade, está o Monumento Ucraniano. Este é um ponto diferente dentro de Curitiba e que representa uma outra cultura através da réplica da igreja ucraniana de São Miguel, na Serra do Tigre (município de Mallet), uma das mais antigas do país.

Monumento lembra construções características da Ucrânia. Foto: Lobi Cicloturismo


3. Ópera de Arame

Entre lagos, cascatas e um cenário coberto de vegetação está a Ópera de Arame, dentro do Parque das Pedreiras e do Espaço Cultural Paulo Leminski. Sua arquitetura é uma das mais emblemáticas da cidade e o espaço sedia apresentações para até 1.572 espectadores. Lindo de dia e de noite.

Ópera de arame é um teatro em Curitiba. Foto: Prefeitura de Curitiba

4. Parque Tanguá

Algumas pessoas ainda não conhecem o Parque Tanguá por inteiro. Preservando o curso do rio Barigui, abrange 450 mil metros quadrados e fica aberto durante 24 horas. Entre seus atrativos está um túnel de 45 metros de extensão entre duas pedreiras, um mirante, pista de cooper, ciclovia e o Jardim Poty Lazzarotto.

No parque, o visitante tem um horizonte cheio de natureza e vista de parte da cidade. Foto: Prefeitura de Curitiba


5. Bosque do Alemão

O bosque representa a cultura germânica dentro da capital paranaense com a construção do Oratório de Bach – réplica de uma igreja presbiteriana de estilo neogótico que existiu no bairro do Seminário, onde há uma sala de concertos e uma lanchonete com produtos típicos. 

O Bosque do Alemão tem uma constução icônica. Foto: Prefeitura de Curitiba 


Uma passarela leva os visitantes até o mirante na Torre dos Filósofos, a 15 metros de altura, e ainda liga a uma trilha que conta a história de “João e Maria” dos irmãos Grimm.

6. Solar do Rosário

O edifício histórico, que era residência da família Paula França nos anos de 1890, abriga um espaço particular de arte e cultura, incluindo galeria de arte, antiquário, jardim de esculturas, uma cafeteria e uma livraria. A programação inclui cursos, oficinas e eventos.

Solar é um espaço de arte e cultura na região do Largo da Ordem que também é repleta de cultura, história, lazer e religiosidade. Foto: Fotografando Curitiba


7. Praça de Bolso do Ciclista

Os ciclistas enfim encontraram um lugar para chamar de seu em Curitiba. Uma simpática praça recuperada na esquina da rua São Francisco com a rua Presidente Faria virou ponto de encontro da galera da bike, além de receber shows, manifestações artísticas e uma modesta feira livre orgânica. Fica em frente a Bicicletaria Cultural.

Praça de Bolso do Ciclista tem arte feita em grafite e mosaicos. Foto: Prefeitura de Curitiba


8. Rua 24 horas

Arcos e um grande relógio marcam a Rua 24 horas, que reúne 17 pontos comerciais que incluem choperia, casa de suco, café, revistaria, loja de cosméticos e etc. Além disso, sedia eventos culturais e também conta com um espaço de informações turísticas.

A Rua 24 horas é um dos cartões postais de Curitiba com comércio, locais para lazeer e compras. Foto: Brunno Covello/SMCS


9. Casas da Leitura e Gibiteca (Solar do Barão)

As várias unidades da Casa da Leitura são um ótimo ponto para passar o tempo. Além de funcionar como acervo de livros e espaço cultural, promove atividades como rodas de leitura, leitura de histórias e exibição de filmes. 

Solar do Barão é uma das casas de leitura que existem em Curitiba. Foto: Fotografando Curitiba


Já a Gibiteca possui mais de 25 mil títulos de todos os gêneros de histórias em quadrinhos. O local também fornece cursos, oficinas de criação, exposições, palestras, lançamentos e encontros de RPG (Role Playing Game).

10. Bosque do Papa

Outro memorial na cidade está no Bosque do Papa, desta vez fazendo homenagem a imigração polonesa. Dentro do bosque nativo estão sete casas de tronco, construídas pelos poloneses, que formam um cenário romântico. 


Objetos tradicionais desta cultura também estão expostos, além de trilha ecológica, ciclovia, loja de artesanato e casa de chá.

O Bosque do Papa é uma localidade tranquila para passeio em família. Foto: Prefeitura de Curitiba

Para tornar ainda melhor o seu passeio em Curitiba, o Guaira Palace Hotel está pronto para te receber nessa temporada de carnaval com tranquilidade e ótimo custo-benefício, estando perto de tudo e bem na região central de Curitiba.Garanta já a sua hospedagem.